segunda-feira, 30 de maio de 2011

Funcionários do Estado do Maranhão ganham sua liberdade de escolha temporariamente de volta. Cai o monopólio do Banco do Brasil no empréstimos consignados

Suspensa exclusividade no crédito consignado para o BB


Decisão liminar é do desembargador José Luiz Almeida, proferida no último dia 20 de maio.
 
      O Tribunal de Justiça do Maranhão derrubou a exclusividade do Banco do Brasil no segmento do crédito consignado para o funcionalismo estadual. Em menos de uma semana, foi quebrado o monopólio em dois Estados: na Bahia, o Judiciário também se posicionou em favor da abertura do mercado.
     A decisão no Maranhão foi tomada liminarmente no último dia 20, pelo desembargador José Luiz Oliveira de Almeida. Esta é a segunda vez que ele defere o pedido de suspensão dos efeitos do decreto governamental que, em dezembro do ano passado, estabeleceu a reserva de mercado ao Banco do Brasil.
    Ainda em dezembro do ano passado, o magistrado havia deferido um pedido de suspensão da exclusividade que constava do mandado de segurança interposto pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Maranhão. Contudo, a liminar foi cancelada em janeiro pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça, Ari Pargendler.
    Naquele agravo apresentado ao STJ, a Procuradoria do Estado alegou que a quebra da exclusividade ao BB acarretaria perdas ao erário, pois o banco suspenderia os repasses previstos no contrato estabelecido com o Maranhão. O ministro acatou os argumentos e restituiu o monopólio. O convênio que transferiu à instituição bancária o direito de explorar a folha de pagamento dos 100 mil servidores foi firmado em dezembro. Na parceria, o Executivo estadual recebeu R$ 250 milhões.
     Os argumentos da Procuradoria do Maranhão referendados por Ari Pargendler não convenceram Oliveira de Almeida. Novamente, o desembargador afirmou entender que o governo não perde com a abertura do segmento para a concorrência. “Tal prejuízo, para mim, não restou devidamente demonstrado, colocando em relevo, na espécie, a proteção aos interesses individuais e coletivos”, ressaltou o desembargador em seu despacho, desta vez, relativo ao mandado de autoria da Associação Brasileira de Bancos (ABBC). A entidade, que representa cerca de 80 empresas financeiras de menor porte, vem confrontando a concessão de exclusividade no crédito consignado por meio de ações judiciais em diversas localidades do Brasil.
     Sobre o fato de a Corte Superior já ter concedido anteriormente à defesa a suspensão de segurança, em face de um mandado de mesmo teor, o desembargador do TJ-MA declarou que o entendimento do presidente do STJ dizia respeito estrito à liminar antiga, concedida por meio de um determinado mandado de segurança. Portanto, a suspensão determinada por Ari Pargendler em janeiro não tem aplicação geral.
     Segundo os representantes da ABBC, que monitoram a tramitação do caso, a Procuradoria do Estado do Maranhão já recorreu tanto ao pleno do TJ-MA quanto ao presidente do STJ, requisitando nova suspensão de segurança.
     O presidente do Sindicato dos Servidores do Estado, Cleinaldo Lopes, recebeu como um novo trunfo a concessão da liminar. Segundo ele, o entendimento do desembargador Oliveira de Almeida amplia a esperança de que a garantia do direito de livre escolha por parte dos trabalhadores prevaleça em um futuro julgamento definitivo. “A decisão corresponde àquilo que estamos esperando. É o servidor que deve escolher onde tomar empréstimo, nas condições que julgar serem as melhores, e não o governo”, comentou o sindicalista.
     Os tribunais de Justiça vêm se debruçando sobre ações impetradas contra a exclusividade no crédito. Em todas as análises de mérito, o posicionamento tem sido uníssono em favor da garantia à autonomia do trabalhador e da livre concorrência no segmento, que é um preceito constitucional. O julgamento mais recente ocorrido no país sobre esse assunto foi realizado em Salvador, na última quarta-feira (25). Por 27 votos a 1, os desembargadores do Tribunal de Justiça da Bahia suspenderam os efeitos do decreto do governo que estabeleceu a reserva de mercado de seus servidores em benefício também do Banco do Brasil.
     A relatora do mandado de segurança em apreciação declarou que o poder público não pode ser exercido de forma a cercear o direito de escolha dos trabalhadores e reforçou que a prática é inconstitucional.
     Atualmente, a exclusividade no segmento ainda é uma realidade em seis Estados (PI, RN, MS, DF, ES, além do MA), assim como dezenas de prefeituras, incluindo nove capitais, como São Paulo, Porto Alegre e Natal. Trata-se de um contingente atingido estimado em pelo menos três milhões de trabalhadores do setor público.

sábado, 21 de maio de 2011

Menores são apreendidas com drogas dentro de órgãos genitais

 O caso aconteceu no centro de Teresina 


A desempregada Benedita de Sousa, de 32 anos, foi presa na tarde de sexta-feira (20) acusada da aliciar duas adolescentes, uma de 14 anos e outra de 17 anos, para traficarem oxi e crack no centro de Teresina.
As adolescentes foram apreendidas e Benedita de Sousa foi presa no Calçadão Popular, batizada de cracolândia de Teresina, pelos policiais da Companhia Cosme e Damião (Codam) da Polícia Militar.
Com as adolescentes foram encontradas quatro pedras de crack e oxi escondidas dentro de seus órgãos sexuais. As drogas foram dadas pela mulher para que as meninas guardem, como uma forma de dificultar o flagrante pelos policiais.
Benedita Sousa Veras atua no Calçadão Popular usando drogas e a Polícia Militar a flagrou traficando drogas. Com as três, a Polícia Militar encontrou R$ 84.
Fonte: meio norte

sexta-feira, 20 de maio de 2011

Morre no Hospital idoso que atacou passageiros de ônibus em Caxias com uma faca

Com informações de Gabriela Saraiva


     Morreu nesta sexta-feira (20), por volta das 13h30, o idoso Herbert Fidelis Monteiro, de 62 anos (E não de 63 anos, como havia sido anunciado anteriormente) , que atacou com uma faca, tipo punhal, três passageiros do ônibus interestadual da empresa Guanabara, no povoado Descanso, na cidade de Caxias, na tarde da última quarta-feira, 18. Na ocasião, ele foi espancado, ao tentar fugir, pelos outros passageiros do coletivo; ficou desacordado e foi levado para o Hospital Geral de Caxias.

 

   A polícia entrou em contado com familiares do idoso, depois de encontrar, entre seus documentos, diversos números de telefones. Parte da família é moradora da cidade de Bacabal e outra de Lago da Pedra.
     De acordo com o delegado responsável pelo caso, entre os familiares com quem a polícia conseguiu manter contato, está a irmã de Herbert, Maria Marlene Monteiro, que teria informado que ele trabalhava consertando calçados, na feira do Santo Antônio, bairro onde também morava de favor, em São Luís.
     Segundo Maria Marlene, o irmão morou um tempo em São Paulo, onde constitui uma família (que Maria e seus irmãos não chegaram a conhecer); e depois que veio embora começou a apresentar alucinações e ter sensações de perseguição. Ele também teria morado no Piauí, onde formou uma nova família, que abandonou há cerca de 10 anos.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Homem ataca passageiros de ônibus com uma faca em Caxias

     
Passageiros viveram momentos de terror dentro do ônibus em movimento

Hebert Fidélis / O Agressor
Um das passageiros atingidos
com um corte na mão
                                           







     Três passageiros  foram atingidos com golpes de faca desferidos por Hebert Fidélis Monteiro de 63 anos. O atentado aconteceu dentro de um ônibus da empresa Guanabara que viajava de Teresina à São Luís na tarde desta quarta-feira 18/05. O homem teria embarcado na capital piauiense e fazia a leitura de uma Bíblia em sua poltrona. Na BR 316, nas proximidades do povoado descanso, no retorno que dá acesso à Coelho Neto, Hebert Fidélis levantou de sua poltrona e começou os ataques. Depois de ferir alguns passageiros, o agressor desceu do ônibus e foi imobilizado por outros passageiros que não tinham sido feridos ainda. 16 passageiros viajavam junto com o idoso e estranharam o seu repentino descontrole, jogando a Bíblia que estava lendo no chão e iniciando as agressões.
As marcas de sangue ficaram
 espalhadas no interior do ônibus
     Por sorte, ninguém ficou ferido gravemente, apesar de terem sido atingidos com cortes nos braços, pernas e em um caso mais grave um dos passageiros foi atingido no pescoço mas passa bem. Todos foram levados para o hospital em Caxias e em seguida acompanhados de uma viatura da PM prestaram depoimento no 1ª Distrito Policial no Centro da Cidade. O agressor desmaiou ao chegar à Delegacia e apresentava um comportamento de confusão mental. 
     A guarnição da PM comandada pelo Tenente Torres apresentou Hebert Fidélis ao Plantão policial, ele ficou detido e irá responder por tentativa de homicídio. O ônibus seguiu viagem com os outros passageiros e toda a confusão chamou a atenção das pessoas que transitavam no centro da cidade no final da tarde,  uma grande multidão se formou em frente ao DP. 
  
Acompanhe a matéria produzida pela TV Band Caxias com imagens exclusivas sobre ocaso

(Em respeito a dor da Famíia e a inúmeros pedidos de nossos leitores, retiramos fotos e trechos desta matéria) Corpo de jovem é encontrado queimado, com golpes de faca e sem o órgão genital





     A Polícia Civil encontrou na tarde desta terça-feira (17) no Povoado Baunilha, localizado no 2º distrito de Caxias, o corpo de um jovem executado de forma brutal.
O jovem identificado como Alex Silva Castro, de 16 anos, morador do Bairro Vila Arias,  teve o corpo queimado e apresentava perfurações de faca no tórax.
    O investigador da Polícia Civil, Kilson Araújo, acredita que o homicídio foi arquitetado. "O corpo foi achado em um local isolado e de difícil acesso por volta das 2h da manhã desta terça-feira. Pelos rastros que ficaram no local mostram que os acusados pilotavam duas motocicletas. 

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Pais e alunos saem às ruas em Caxias protestando contra a falta de merenda.

     Está prevista para amanhã 17/05 uma manifestação na frente da Prefeitura em Caxias para exigir que a merenda escolar seja servida aos alunos da Rede Pública Municipal de Ensino. A convocação é do Sindicato dos Trabalhadores públicos Municipais e promete contar com a maciça adesão de pais, mães e alunos. O problema é um escândalo sem precedentes na história da cidade, tendo em vista que em pleno mês de maio a merenda escolar não apareceu em nenhuma escola e os repasses do Governo Federal estão caido religiosamente em dia na conta da Prefeitura.
     A pergunta que não cala: "Para onde está indo todo esse dinheiro". Ninguém sabe, ninguém viu. As mães aflitas acompanham humilhadas o dia-a-dia nas escolas em que seus filhos estudam, onde merenda na hora do recreio ainda não foi servida este ano. 
     E quem poderia acompanhar e fiscalizar esta escandalosa suspeita de desvio de dinheiro público a partir de uma equação bem simples: O dinheiro para compra da merenda escolar cai na conta da Prefeitura + A merenda não aparece = ??????.
      Via de regra a primeira a se manifestar deveria ser a Câmara Municipal, mas, o principal papel do legislativo caxiense, que deveria ser o de fiscalizar o executivo, não é feito pelos vereadores, que fecham os olhos para o que todo mundo vê e sente (Fome dói).
     O Sindicato então sai às ruas e conclama a população. O objetivo segundo Arimatéia Rocha (membro da direção do SINTRAP) é denunciar a incopetência do poder público Municipal e tentar sensibilizar o Ministério Público para que aja também em defesa das milhares de crianças que todos os dias estão sendo liberadas mais cedo por falta de merenda.
     A assessoria de imprensa do Prefeito Humberto coutinho todos os dias usa de todos os recursos que pode para desgastar a imagem da Governadora Roseana. Coutinho financiou a campanha de Flávio Dino e nunca digeriu a derrota, e num arroubo de ódio e vingança termina esquecendo de fazer o dever de casa; Cuidar da população. É o que afirma Dona Maria Francisca, que tem três filhos matriculados em uma escola municipal. Segundo ela, as mães na porta da Prefeitura vão protestar por um direito, pois todos sabem que o dinheiro vem, mais não está sendo utilizado de maneira correta.
     Durante todo o dia de hoje 16/05, o sindicato organizou pequenas reuniões nos bairros para esclarecer e convidar os pais para a grande manifestação de terça-feira 17/05, e até o momento ninguém ligado ao municípío foi a público informar o que está acontecendo.

domingo, 15 de maio de 2011

População enfurecida faz justiça com as próprias mãos no interior do Maranhão

Adolescentes são mortos por manifestantes em delegacia

Manifestantes invadiram a delegacia da cidade. Jovens eram suspeitos por crime de latrocínio.


ampliar

Adolescentes são mortos por manifestantes em delegacia
Peritos do Instituto de Criminalística (Icrim) já estão em Pedro do Rosário, a 360 km da capital, onde dois adolescentes apreendidos, de 15 e 17 anos, foram mortos por manifestantes que invadiram, ontem (13), a delegacia da cidade. Eles foram mortos a socos e pontapés. Os dois haviam sido transferidos da cidade de Pinheiro, depois de serem presos por latrocínio, roubo de seguido de morte, no fim da semana passada. Eles teriam assassinado o vendedor conhecido como "Danielzinho Candeeiro".
A polícia acredita que eles, também, integravam uma quadrilha responsável por mais de cinquenta roubos de motocicletas na região da Baixada Maranhense.
A assessoria de Comunicação da Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que, na segunda-feira (16), um delegado será enviado a Pedro do Rosário para investigar o caso. Ele será acompanhado por policiais da Superintendência de Polícia do Interior.
A delegada regional de Pinheiro, Laura Amélia Barbosa, informou que os policiais militares, que estavam no momento do linchamento dos dois adolescentes na delegacia, já prestaram depoimento hoje. A delegada disse, ainda, que a polícia vai trabalhar na identificação e localização das pessoas envolvidas no linchamento.

Disputa municipal polarizada em Caxias

sábado, 14 de maio de 2011

Final de semana em Caxias começa novamente com homicídio. Jovem é morto com três tiros a queima roupa em um parque de diversões.

Com informações do Portal Noca


Por volta das 21h30 da noite desta última sexta-feira (13), nas mediações do Ginásio Poliesportivo do Bairro Nova Caxias, ocorreu um homicídio a queima roupa em Caxias. Fernando Mesquita de Sousa, de 20 anos, residente no Bairro Mutirão, foi morto com três tiros de revolver calibre 38, sendo que dois ficaram alojados respectivamente no coração e no estômago.
Segundo testemunhas, a vítima ao estacionar seu carro Celta de cor vermelha, acompanhada de um primo no banco direito do veículo, foi abordado por dois elementos de moto. A pessoa que estava no banco passageiro da moto deferiu três tiros por cima da janela do carro na vítima, que entrou em óbito imediatamente. Em seguida os criminosos fugiram na moto, que os populares acreditam ser uma Honda Bros.
O primo da vítima que presenciou o crime até o presente momento ainda não consegue narrar os fatos por está muito abalado.
A Polícia Civil já iniciou as investigações sobre os possíveis responsáveis pelo assassinato. Um dos suspeitos, de acordo com informações de familiares, reside no Centro da cidade, e no dia anterior ao crime o mesmo teria discutido com a vítima e o ameaçado de morte.
Fernando Mesquita era proprietário de uma Academia de Musculação no Bairro Mutirão. O enterro do corpo acontecerá às 16h deste sábado (14) no Cemitério das Pedras, localizado próximo a linha do trem.
Fonte: João Lopes/Direto da Redação

Promotora instaura inquérito para apurar ‘drible’ de Humberto Coutinho em licitação de publicidade

Com informações do Blog do Décio
De volta de suas férias, a promotora  Carla Mendes Pereira Alencar, da 1ª Promotoria de Justiça de Caxias, parece estar disposta a anular o ‘drible’ que o governo de Humberto Coutinho tentou aplicar-lhe. É que foi instaurado na terça-feira passada inquérito civil para apurar os fortes indícios de favorecimento na licitação N°041/2011 vencida pelo marqueteiro Carlos Alberto Ferreira para confecção de material gráfico para a Prefeitura de Caxias.
Na portaria que instaurou o inquérito, a promotora anota que “em dezembro de 2010 houve a suspensão de processo licitatório – concorrência n° 05/2010-CPL, realizada pela Prefeitura de Caxias para contratação de serviços de publicidade, por não ter sido observada a Lei Federal n° 12.232/2010.Considerando a ausência de informações quanto à responsabilidade pela publicidade da prefeitura, notadamente produção e divulgação; considerando a possibilidade de ocorrência de fraude pelo município de Caxias na contratação de empresa para realização de serviços de publicidade ou impressão de material gráfico, com burla a legislação vigente. Resolve instaurar o presente inquérito civil com vistas a suprir a existência de improbidade administrativa onde são interessados o patrimônio do Município de Caxias, a moralidade e a probidade administrativas”.

Carlos Alberto e Humberto Coutinho: mil e uma armações em Caxias
Como já foi amplamente divulgado no blog, a licitação para contratação de agência de publicidade feita pela administração Humberto Coutinho foi anulada três vezes. A última por não atender a nova Lei12.232/201, que regulamenta o procedimento.

Sem atender os requisitos necessários para participar do certame, ser cadastrado no Cenp, órgão que regulamenta o setor, o marqueteiro Carlos Alberto estaria automaticamente fora de participar e poderia, pela primeira vez em seis anos, deixar de “ganhar” aquela que seria realizada em dezembro passado.
Num lance ousado, o prefeito Humberto Coutinho resolveu não mais fazer uma licitação nos moldes da nova lei e fez um arremedo de concorrência de publicidade transformada em material gráfico, onde Carlos Alberto pudesse participar e, naturalmente, ganhar, como de fato aconteceu.
Para colaborar com a promotora Carla Mendes, o blog anotou algumas curiosidades, entre tantas, contidas na licitação 041/2011:

No item 1 da concorrência vencida pelo marqueteiro, e que já está a pleno vigor, estão previstos a impressão de quatro edições mensais do Jornal de Todos, com tiragem de 30 mil exemplares cada eidção. Como Caxias possui cerca de 30 mil casas, dá um total de uma unidade do informativo por residência, o que é algo absurdo, haja vista que ninguém vê essa distribuição maciça na cidade.
Mas falando em absurdo, no item 2 consta a impressão de 50 mil exemplares de um relatório anual do Governo de Todos, rebatizado agora de Revista de Todos (dá quase dois exemplares por residência) com 64 páginas em papel couchê 180grs/m², 4×4 cores com verniz localizado e miolo em papel couchê 120grs/m², com acabamento dobrado e grampeado em canoa.
Cada exemplar dessa revista pesa 206g, sendo que a quantidade total dos 50 mil exemplares chega a incríveis 10,3 toneladas. Não pelo peso, mas pelo grande volume alcançado, esse material só poderia chegar de São Luís (sede da Estação Gráfica) até Caxias acondicionado num caminhão tipo bi-trem e a distribuição na cidade teria que ser feita em dezenas de veículos de passeio, o que envolveria um grande número de pessoas fazendo a distribuição nos diversos bairros do município.
Também pode ser apurado se existe empresa na cidade que tenha ganho licitação para fazer essa gigantesca distribuição ou se os Correios possuem algum contrato com a Prefeitura de Caxias para fazer tal serviço, que pode ser distribuído um exemplar por residência e ainda ficar uma sobra de 20 mil revistas para serem usadas não se sabe onde.
Tem jeito esse Humberto Coutinho?

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Semana de homenagens a Enfermagem é também motivo de Protestos em Caxias.

O Salário da classe que trabalha na rede pública municipal em Caxias, é um dos piores do Brasil

Reginaldo Pinho
     
     O dia consagrado a esse profissional é 12 de maio, e durante toda a semana, até o dia 20, a classe dedica para a realização de eventos que marcam um período que deveria ser só de festa. A data merece registro e é digna de homenagens a estas pessoas, que realizam uma das mais complicadas e exigentes tarefas em Hospitais e Postos de Saúde; cuidar da vida das pessoas. 
     O trabalho é duro e necessita de identificação e dedicação à profissão. A jornada de trabalho inclui tarefas que vão desde dar banho a pacientes mais debilitados a manter rigorosamente o horário das prescrições, para que a medicação seja administrada na hora certa, o que exige um bom preparo físico e psicológico. Vidas humanas estão em jogo.
   Como a maioria das profissões, existem três níveis de formação, separados apenas pelo maior aprofundamento de preparação para o exercício da atividade: Nível auxiliar, Técnico e Superior. 
     A maior frustração da classe é a remuneração, que nos níveis auxiliar e técnico não passa de R$ 545,00 aqui em Caxias. Nenhuma vantagem é agregada ou acrescentada aos seus vencimentos. Um salário mínimo, R$ 545,00, o mesmo salário que é pago para as funções mais elementares e desprovidas da exigência de uma maior qualificação e aplicação nos estudos. 
     O que era para ser uma data de homenagens, é também uma data para reflexão e luta, para um reconhecimento mais digno e justo a estes profissionais.

Técnicos em Enfermagem do município ganham apenas um salário mínimo


Por Lorena Viana/noca
12/05/2011 16:29h
Esta quinta-feira (12) é uma data especial para os profissionais da área de saúde do mundo inteiro, já que hoje comemora-se o Dia do Enfermeiro. No Brasil, além do Dia do Enfermeiro, no período de 12 a 20 de maio comemora-se a Semana da Enfermagem. A data de encerramento da semana é referente à comemoração do Dia do Técnico e Auxiliar de Enfermagem. A data é lembrada em muitos estados e comemorada em hospitais e em instituições de ensino.
Em Caxias, porém estes profissionais não há muito que comemorar. Além da crise que afeta a saúde do município, com cortes de verbas em diversos programas, os profissionais de saúde enfrentam ainda outras diversidades para exercer a profissão na cidade.
Um deles é relativo ao mercado de trabalho. Atualmente, o município possui duas instituições de ensino superior que ofertam o curso de enfermagem e uma de técnico em enfermagem. Por ano, centenas de novos enfermeiros e técnicos são formados. Com a falta de investimento na área, muitos destes profissionais acabam barrados pela falta de oportunidade.
Este foi o caso do enfermeiro Alberto Junior*, que após concluir o curso de enfermagem na Uema não conseguiu emprego na sua área de atuação. Depois de um ano desempregado o jovem foi embora para o estado do Pará, onde trabalha há dois anos como enfermeiro. "É muito triste ver que depois de tanto esforço para concluir um curso não conseguimos um emprego. Em Caxias eu não tive oportunidades, por isso tive que vir embora", disse.
A falta de oferta, porém, não é o único problema. A baixa remuneração é uma das principais reclamações de profissionais que atuam no município, principalmente os técnicos de enfermagem. Hoje, um técnico de enfermagem ganha apenas R$545,00 (equivalente a um salário mínimo). O valor é o mesmo pago a outros profissionais que trabalham em setores hospitalar, como zeladores e vigias, que não tem a mesma capacitação profissional.
Para se ter uma idéia, hoje, um curso de técnico de enfermagem custa 150 reais mensais, com duração de 20 meses (um ano e oito meses). Isso significa que um jovem que investi mensalmente em um curso de técnico, quando formado, ganha apenas 395 a mais que o gasto durante sua formação.
A situação do salário pago aos técnicos gera preocupação, tanto que o assunto foi debatido na sessão desta quarta-feira (11) na Câmara Municipal de Vereadores. Os parlamentares debateram sobre a importância do profissional para o município e os atuais valores relativos à esses profissionais.



     

Administrada pelo Caxiense João Castelo, São Luís mostra na prática, a forma de governar de quem alimenta ódio à família Sarney na política do Maranhão

Quanta vergonha!!! Será que a culpa é do Sarney?

Com informações do Blog do Caio Hostílio
A buraqueira nas avenidas e ruas de São Luís se virou destaque no site UOL, da Folha de São Paulo. É vergonhoso ver uma cidade onde você vive sendo mostrada como se não houvesse um governante.
Pelo menos o site UOL não culpou Sarney por esse descaso, visto que os paulistas sabem que existem três esferas de poder independentes: Federal, Estadual e Municipal, cujas administrações e as aplicações dos recursos corretamente são de responsabilidade de seus gestores.
Só para se ter uma idéia da falta de informação do povo ludovicense quanto à responsabilidade desse descaso com a cidade. Eu estava exatamente, hoje (13), por volta das 11h30, na Avenida Kennedy, quando caiu uma chuva média. Simplesmente a Avenida virou um rio, com sua correnteza levando tudo que tinha pela frente, principalmente muito lixo. Forçado a ficar dentro de uma loja, que estava com água em sua porta, ouvi vários clientes dizerem que a culpa era da governadora Roseana. Perguntei: E o prefeito? O mais afoito foi logo dizendo: “João Castelo não tem dinheiro, só quem tem dinheiro é não faz nada é o governo do Estado”. É… O povo já condicionou que tudo de ruim que acontece no Maranhão é culpa do Sarney!!! Para eles, o Maranhão não tem 218 gestores que recebem todas as verbas constitucionais, de convênios, de emendas, recursos próprios etc. Querem aceitar o discurso hipócrita de que a miséria do Maranhão é por conta do governo Estadual, como se ele administrasse os milhões e milhões que são repassados as 217 prefeituras maranhenses.
Mas voltemos à matéria da UOL. O jornalista Ismael Araújo diz em seu post que há mais de seis meses, moradores e visitantes de São Luís estão incomodados com o excesso de buracos que aparecem quase diariamente nas ruas e avenidas da cidade. Como têm ocorrido todos os anos, com a chegada do período chuvoso, em abril e maio, a situação piora, e a prefeitura não consegue manter as vias lisas e adequadas para o trânsito.
Neste ano, em uma das avenidas mais movimentadas da cidade, a Luiz Rocha, no bairro do Monte Castelo, um ônibus caiu em um enorme buraco. Um trator teve de ser usado para tirar o veículo, que ficou mais de três horas preso, provocando um engarrafamento de mais de cinco quilômetros.
Em pleno Centro Histórico, local visitado por dezenas de turistas todos os dias, está cheio de lixo, buracos, paralelepípedos faltando e até com luminárias de lampiões quebradas. Os visitantes das ruas centenárias estão revoltados com o descaso.
A turismóloga Lídia Flor Lima disse que, nos últimos cinco meses, sente receio ao trazer visitantes para essa área da cidade devido ao cenário deplorável em que ele se encontra.
Há bairros de São Luís, como o Cohatrac, Cidade Operária, João de Deus, Coroado, Calhau e até mesmo o Centro, aonde as ruas chegam a ficar divididas. Na Rua da Baronesa, a cratera tomou conta de toda a extensão da via. Os moradores precisam tomar muito cuidado ao sair de casa para não cair e fraturar um braço ou uma perna, por exemplo.
Os buracos espalhados pelas ruas da cidade se tornam verdadeiras armadilhas para os motoristas, principalmente à noite, quando os cuidados devem ser redobrados.
Outro lado
A Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp) de São Luís informou que pretende aguardar o término do período chuvoso para começar as obras de reparo dos buracos nas vias da capital. Segundo o órgão municipal, paralelepípedos e placas de concretos estão sendo provisoriamente colocados nos locais onde os buracos inviabilizam o tráfego.

quinta-feira, 12 de maio de 2011

Empresários da região dos cocais participam de encontro em Caxias

O encontro tem como principal objetivo, uma maior aproximação da Federação das Indústrias do Maranhão com seus afiliados, uma interiorização das ações da instituição. A iniciativa foi recebida com muito otimismo pelos empresários da região, e marca uma nova relação de parceria entre as empresas para uma preparação mais adequada às novas exigências do mercado, principalmente em um momento em que são anunciadas a vinda de novos e grandes empreendimentos para o estado. Para o Diretor Regional do SESI-SENAI, que também esteve presente ao evento, um dos grandes desafios das empresas do Maranhão hoje seria a qualificação de sua mão de obra.
Segundo dados da FIEMA, a Produção industrial representa atualmente 16% do PIB (Produto interno Bruto) do estado, a meta é chegar a 32% até o final deste ano. Estiveram também presentes ao encontro Empresários de Codó, Coelho Neto, Timon e de outros municípios da região. Todos ressaltaram o otimismo do novo momento vivido pelo Maranhão.
Para o Presidente da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão, Edilson Baldez, vivemos um momento novo, e iniciativa privada e governo estão sintonizados como nunca para o desenvolvimento industrial do Maranhão.

terça-feira, 10 de maio de 2011

Resultado da votação de nossa enquete sobre emancipação.


Este é o resultado de nossa enquete sobre emancipação.
CAXIAS JÁ FOI A 3ª MAIOR CIDADE DO ESTADO. DE 6 ANOS PRA CÁ CAIU PARA 5ª. E AGORA A DEPUTADA CLEIDE COUTINHO ESTÁ QUERENDO DESMEMBRAR O BREJINHO E NAZARÉ DO BRUNO, AÍ NÓS VAMOS SABE LÁ PRA QUE POSIÇÃO. VC CONCORDA COM ESTAS EMANCIPAÇÕES?

 Sim  (19%)

 Não (80%)


Obrigado pela participação!
Nossa nova enquete já está no ar. Fique a vontade pra votar!

Boca de fumo do Parque da Cidade é estourada. Grande quantidade de drogas, jóias e dinheiro foram encontradas. 5 pessoas foram presas.

     A operação teve início por volta das 5:30 da manhã desta terça feira 10/05. Os policias do 2º DP no bairro Campo de Belém, sob o comando do delegado Venildo Bezerra, tinham em mãos três mandados de busca e apreensão na região do Parque da Cidade no Bairro Ponte. De acordo com a Policia, o local já é um conhecido ponto de vendas de drogas em caxias. Toda a operação foi acompanhada com exclusividade pela equipe de reportagem  da TV Band Caxias.
     Os acusados foram surpreendidos pela ação policial e não tiveram tempo de fugir. Com os mandados em mãos os agentes cercaram as residências e prenderam 5 pessoas: Luis Neto de oliveira (O perturba), Francisco de Assis de Sousa (O amarelinho), Maria Vanessa Sousa, Domingos  Silva (O cobra) e a idosa Maria Jocina de Sousa, mãe de Vanessa e Amarelinho.
     Os policiais apreenderam na casa da idosa 74 pedras de Crack, já na casa de Vanessa foram apreendidas 9 pedras da droga. Em dinheiro  a policia encontrou R$ 1.262,00 sendo  982  reais com a idosa e com Vanessa, sua filha, 182 reais. Com os outros acusados foram encontrados ainda uma grande quantidade de dinheiro trocado, totalizando R$ 7.547,00, o que configura a movimentação do tráfico. Também foram apreendidos com os acusados: 1 televisor, 1 aparelho de som, 1 caixa amplificada, 5 capacetes, 7 celulares, Jóias e até mesmo 2 carros. Os acusados não souberam comprovar a origem do material apreendido.
     O patrimônio dos acusados é de chamar a atenção. As casas, carros e a condição de vida que eles levam, contrasta com a realidade da área de moradias simples do Parque da Cidade. Segundo Dr Venildo, toda essa ostentacão de riqueza dos acusados acontece em detrimento da situação enfrentada pelos usuários de drogas e suas famílias.
video

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Pedófilos são presos ao trocar sexo por ingressos do show de Luan Santana


Três homens foram presos em flagrante acusados pelo crime de pedofilia na cidade de Parnaíba. Carlos Amistrong Castedo Braga de Carvalho, 31 de idade, Valmiro de Sousa Bezerra, 32 de idade, e Marcos Gonçalves Gomes do Nascimento, 32 de idade estariam oferecendo ingressos de show em troca de sexo.
Segundo os policiais que realizaram a prisão na rua Pó, bairro Planalto Mão Santa, os três homens estavam oferecendo ingressos do show do cantor sertanejo Luan Santana que acontecerá na cidade, tentando aliciar as duas meninas a manterem relações sexuais. O caso aconteceu na noite do último sábado (07/05) em Parnaíba.
No inicio eles negaram qualquer relação com as garotas, identificadas pelas iniciais M.C.S.A, de 15 de idade e L.M.N, 13 anos de idade. A polícia foi até a casa de um dos acusados e as garotas não estavam mais lá. Porem foram apreendidas roupas e um celular que foram identificados pelas mães das vitimas. Os acusados foram levados para a Central de Flagrantes. A polícia apreendeu ainda varias munições calibre 38, dois passaportes, um veiculo modelo Corola preto, uma moto Honda Biz preta e vários outros objetos.
Fonte: 180graus